Mais proteção para extrair petróleo do fundo do mar

Mais proteção para extrair
petróleo do fundo do mar

Nova geração de equipamentos
da GE Oil & Gas torna possível a
perfuração cada vez mais segura
em águas profundas

Explorar petróleo no fundo do mar requer muita tecnologia, precisão e esforço. Afinal, são vários fatores em jogo – como a enorme pressão a que os equipamentos envolvidos no processo são submetidos, por exemplo. E com o aumento das operações na camada pré-sal, chegar a grandes profundidades com segurança torna-se um desafio cada vez mais frequente para clientes da GE Oil & Gas no Brasil.

Para proteger os equipamentos de extração de petróleo submarina contra vazamentos, é preciso um equipamento de proteção chamada BOP (blowout preventer). E a GE acaba de lançar uma nova linha de BOP’s que vão permitir perfurações em áreas mais profundas. Fabricados em Houston, a nova geração dos equipamentos suporta 20 kpsi de pressão. Para você ter ideia, isso é aproximadamente 20 mil vezes maior que a pressão sanguínea de uma pessoa ou 600 vezes maior que a pressão exercida por uma panela de pressão.

“O novo BOP permitirá às operadoras de perfuração explorar águas profundas que, atualmente, são inacessíveis com os sistemas convencionais de 15 kpsi”, disse Andrew Way, presidente e CEO de Drilling & Surface da GE Oil & Gas. “O novo sistema utiliza as mais recentes soluções de software de comunicação que possibilitam o monitoramento em tempo real do status e do desempenho do equipamento, oferecendo, assim, novos graus de confiabilidade”, completa.

Mas além dos BOPs, a GE desenvolveu o software SeaLytics™ Bop Advisor, projetado para fornecer dados de desempenho em tempo real dos equipamentos, de modo a reduzir significativamente os requisitos de manutenção não programadas. Com este software, que fornece dados completos sobre a situação do BOP, os equipamentos passam por manutenção preventiva. Isso significa menos custos e menos tempo com equipamentos fora de operação.

O software foi vencedor do prêmio “Spotlight on New Technologies”, da Offshore Technology Conference (OTC), em 2014. E seu primeiro cliente é a brasileira Queiroz Galvão: “Com o constante crescimento que estamos observando no setor offshore no Brasil, a Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG) está continuamente procurando tecnologias capazes de nos fazer trabalhar de maneira mais inteligente e eficiente”, aponta Rodrigo Ribeiro, Diretor de Operações na QGOG.

post

Com a exploração do petróleo na camada pré-sal, a demanda por perfurações em águas profundas no Brasil é cada vez maior. Então, fique por dentro dos desenvolvimentos da GE na área por aqui ou no site da GE Oil & Gas.

E saiba mais sobre a nova linha de BOPs em nossa página de Imprensa.

link para história ->

Deixe um comentário

Suporte de peso para locomotivas

Suporte de peso para locomotivas

Uma importante parceria da GE Transportation com a ALL (América Latina Logística) está completando um ano com ótimos resultados. Desde 2013, a empresa conta com os serviços de manutenção da GE em suas locomotivas AC44 e Dash9. “A ALL passou a contar com uma frota mais confiável e disponível. Hoje, o estoque de peças e...

Energia das turbinas

Energia das turbinas

A produção de energia por meio de turbinas aeroderivadas parece algo novo e restrito, mas está bem mais presente no nosso cotidiano do que imaginamos. Parte da eletricidade usada todos os dias – seja para esquentar a água no nosso chuveiro, seja para produzir energia nas plataformas de petróleo – é gerada desta forma. A...

No passo da sustentabilidade

No passo da sustentabilidade

Com mais de 130 anos de história em tecnologia e inovação, atuamos diretamente no desenvolvimento de soluções que ajudem nossos clientes e parceiros a melhorar seu desempenho operacional e ambiental. E como reconhecimento destas práticas, a GE entrou, novamente, no TOP 50 Best Global Green Brands 2014, ranking anual produzido pela consultoria Interbrand, que destaca...

Aprendizagem Industrial em Minas Gerais

Aprendizagem Industrial em Minas Gerais

Com quantas peças se faz uma locomotiva? Se ela for uma AC44, produzida na fábrica da GE Transportation, em Contagem – MG, ela possui mais de 15 mil peças, pesa cerca de 180 toneladas e é capaz de puxar 300 vagões. Mas para que a fabricação dessas locomotivas se transforme em benefícios para o desenvolvimento...

Energia a bordo

Energia a bordo

É do pré-sal que virá muita da energia que será utilizada para desenvolver o Brasil nas próximas décadas. E para as empresas que irão trabalhar diretamente na extração do petróleo em águas brasileiras, a GE Power Conversion conta com soluções de ponta para a geração de energia em navios. Um exemplo está na parceria fechada...

Inovar é preciso, colaborar também

Inovar é preciso, colaborar também

Como os executivos enxergam a inovação em suas empresas? E quais caminhos são traçados para se inovar cada vez mais? Esses são os temas do Barômetro Global da Inovação, pesquisa desenvolvida pela Edelman Berland e encomendada pela GE, cujos resultados acabam de ser divulgados. Os dados levantados em entrevistas com 3,2 mil executivos seniores em...

página 1 de 13612345102030...Última »