A revolução da Internet Industrial

A revolução da
Internet
Industrial

A Internet Industrial
está revolucionando a forma
de conectividade da
indústria no mundo.
No nosso post de hoje, você
saberá mais sobre como ela funciona.

Em 1971, bem antes de a palavra “internet” ter sido cunhada, o presidente chileno Salvador Allende encomendou uma rede de máquinas de telex de última geração capaz de transmitir dados em tempo real de fábricas estatais para um centro de operações em Santiago. Lá, os dados eram lançados num avançado software de modelagem para monitorar a produção e acionar alertas caso os níveis de suprimentos ficassem baixos ou as quotas não estivessem sendo cumpridas. Mesmo o Projeto Cybersyn tendo se provado viável como um protótipo, ele foi abandonado depois que um golpe de estado depôs Allende, em setembro de 1973. Mas as bases para o que hoje é chamado de “Internet Industrial” foram estabelecidas: máquinas conectadas por meio de sensores, redes e software são muito mais produtivas juntas do que sozinhas.

Hoje, a Internet Industrial é tipicamente associada com a “Internet das Coisas”, um termo genérico que descreve um mundo em que endereços IP são atribuídos a objetos do cotidiano e estes se tornam capazes de enviar e receber informações. Cunhado e definido pela GE em 2013, esta é uma visão mais recente decorrente da ideia de 1980 de “computação onipresente”, na qual as telas desapareceram e os próprios objetos são agora a interface.

A Internet industrial está menos focada nas atualizações de status das coisas do que no funcionamento interno das máquinas de força industrial (ou “coisas que giram”, como a GE as chama). Equipar motores a jato, turbinas a gás e scanners hospitalares com sensores de baixo custo que monitoram a entrada, a saída e o desgaste é potencialmente radical sob diversos aspectos. Um deles é a quantidade absoluta e a granularidade dos dados que serão produzidas. O Facebook gera 500 terabytes de dados todos os dias; um único motor do Boeing 737 produz quase a metade disso em um voo transcontinental.

A verdadeira Big Data demanda um software igualmente robusto para dar sentido a tudo. E isso, por sua vez, vai exigir hardware, armazenamento e banda muito maiores do que os telex e mainframes do Projeto Cybersyn. Mas a promessa da Internet industrial é semelhante: as máquinas em rede vão aprender com seu passado e umas com as outras para funcionarem com mais eficiência, alertarem os técnicos quando uma peça crítica poderá falhar e, mais importante, oferecer aos decisores um vislumbre em tempo real sobre o que está acontecendo nos bastidores.

Allende esperava governar um país deste modo; executivos de empresas vão se contentar com muito menos. A McKinsey estima que a Internet industrial pode reduzir custos operacionais de produção em até 5%; aumentar a produção agrícola em até 20%, por meio de melhor utilização de fertilizantes; e praticamente eliminar a falsificação de medicamentos; com o rastreamento.

O conteúdo do nosso post de hoje foi produzido pela The Economist para a plataforma GE Look Ahead. Para acessá-la é só ir no link a seguir: http://gelookahead.economist.com

Deixe um comentário

 Participe do Desafio Ecomagination

Participe do Desafio Ecomagination

A GE convoca os apaixonados por desafios: a partir de hoje, 15 de abril, será lançada a quinta edição do Desafio ecomagination, que busca soluções inovadoras para os maiores problemas do mundo. Neste ano, o concurso é realizado em parceria com a Aramco Entrepreneurship, companhia saudita que apoia empreendedores com o investimento financeiro necessário para...

GE lança Distributed Power no Brasil

GE lança Distributed Power no Brasil

Contribuir para os projetos de geração de energia no país é um dos grandes compromissos da GE. Recentemente, demos mais um passo nessa direção com o lançamento da divisão de Distributed Power para o Brasil. Esta área é responsável por desenvolver equipamentos compactos de alta performance, como turbinas aeroderivadas e motores a gás Jenbacher e...

Mais luz para suas compras

Mais luz para suas compras

GE Lighting e Walmart acabam de fechar uma nova parceria global: a rede de supermercados anunciou que irá substituir o sistema de iluminação em suas lojas pela tecnologia LED, economizando até 40% no consumo médio de energia. A economia com o fornecimento de energia, a qualidade da luz projetada, a redução de custos com a...

Pistas da cura do câncer no “DNA lixo”

Pistas da cura do câncer no “DNA lixo”

Ao longo das duas últimas décadas, mais de 90% de nosso genoma foi chamado de “DNA lixo”, porque não atuava na codificação de proteínas, elementos fundamentais da vida orgânica. Recentes descobertas do projeto ENCODE (sigla em inglês para Enciclopédia de Elementos do DNA) sobre o papel do “DNA lixo” na regulação e no tempo do...

Chanceler britânico visita GE Oil & Gas em Niterói

Chanceler britânico visita GE Oil & Gas em Niterói

Em viagem oficial ao Brasil, o Ministro das Finanças Britânico, George Osborne, anunciou o próximo estágio no plano financeiro do governo com relação ao mercado externo. O objetivo é colocar o Reino Unido no topo da liga mundial de apoio às exportações. “Nós vamos ter o financiamento à exportação mais competitivo da Europa”, afirmou em...

Mamografia com mais conforto

Mamografia com mais conforto

Conversamos com a Dra. Silvia Sabino, médica radiologista mamária do departamento de prevenção do Hospital de Câncer de Barretos (SP). Ela falou sobre a importância mamografia e também ressaltou como o ambiente em que se faz o exame é importante para a mulher se sentir mais relaxada e, assim, reduzir o nível de desconforto percebido...

página 1 de 12412345102030...Última »